3 de jan de 2011

Como fazer umaTese?



Dissertações e Teses

I. INTRODUÇÃO

Ao escrever sua dissertação ou tese para obter o grau de Mestre ou Doutor você estará escrevendo, de fato, um livro, talvez seu primeiro livro. Para o resto de sua vida você vai sentir prazer e satisfação por ter alcançado esta realização científica.

O conteúdo de seu trabalho é muito importante, e você e seu professor orientador são co-responsáveis pela integridade e validade dos dados científicos apresentados, bem como pelo formato do trabalho, e para isso nós queremos ajudá-lo. A apresentação final é importante porque erros e descuidos cansam e desviam a atenção do leitor daquilo que você está querendo dizer. 

Dissertações e teses apresentam argumentos, e você será mais convincente se mostrar suas idéias com uma boa apresentação. Cópias de seu trabalho são depositadas na Biblioteca do Centro de Tecnologia e Geociências, catalogadas e colocadas à disposição dos leitores interessados. Você também poderá ter seu resumo publicado em revistas científicas (ex. Revista Brasileira de Geociências), de modo que é provável que haja ampla divulgação. Você e seu professor orientador têm que estar preocupados com sua reputação profissional. Portanto, você deve se conscientizar que na preparação do trabalho, a clareza e exatidão no formato, bem como a precisão, estilo e conteúdo cientifico são igualmente importantes. 

Este é o objetivo deste guia. Ele existe para lhe ajudar na preparação de um trabalho uniforme, com boa apresentação. A coordenação lhe incentiva nessa empreitada científica, e espera pelo dia de enviar seu nome à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação para sua colação de grau de Mestre ou Doutor.

II- Informações gerais

1. O estudante deve entregar, após a defesa da dissertação ou tese, feitas as correções sugeridas pela banca examinadora, verificação do formato pela secretaria do curso e encadernação, 8 cópias (dissertação de mestrado) e 10 cópias (tese de doutorado) à Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Geociências.


2. Na preparação do original recomenda-se o uso de microcomputador.

3. É responsabilidade do estudante providenciar uma cópia deste guia para a pessoa que vai digitar a cópia final da tese ou dissertação. Porém, é recomendado que o próprio estudante o faça.

III- Principais exigências para digitação/digitação do trabalho

1. Estilo de letra: letras do tipo e tamanho times new roman, arial ou courier, 10, 11 ou 12 devem ser usadas. Tipos incomuns ou muito grandes não são aceitos. O mesmo tipo de letra deve ser usado em todo o trabalho, incluindo os apêndices e numeração de páginas.

2. Páginas preliminares: a página de título e página de aprovação devem ser no estilo das páginas-modelo contidas neste guia. O termo dissertação deve ser usado para todos os trabalhos para o grau de Mestre e tese para todos os trabalhos para o grau de Doutor. O candidato deve entregar os exemplares para a defesa da tese ou dissertação com folha de rosto conforme modelo 1 em anexo. Depois da defesa, após as devidas correções sugeridas pela banca examinadora, a folha de rosto deverá ser segundo o modelo 2. Uma folha de rosto segundo o modelo 3 deve ser preparada, na qual o autor, título da dissertação/tese, o termo "dissertação de mestrado" ou "tese de doutorado"e ano, devem aparecer na "janela" da capa.

3. Margens: o tamanho do trabalho deve ser A4 (210x297 mm), com o texto dentro das seguintes margens:
  • margem direita: 2 cm
  • margem esquerda: 3 cm
  • margens superior e inferior: 2,5 cm
A primeira página de cada capítulo, índice, lista de tabelas, lista de figuras, resumo, agradecimentos, bibliografia, etc. deve ter 5 cm do topo. Páginas com texto corrido devem começar logo abaixo da margem superior.
A margem inferior pode ser ocasionalmente violada por uma linha digitada (mais alta ou mais baixa) para ajustar o texto em uma página. Não devem ser deixados espaços vazios no fim de uma página, exceto no fim de um capítulo.

4. Paginação: deve ser dado um número a todas as páginas do trabalho. Todas as páginas devem ser numeradas com algarismos arábicos no topo direito da página, em cima do X do modelo 4 para digitação. Deve haver um espaço duplo entre a linha digitada e o número da página. As páginas preliminares devem ser numeradas com algarismos romanos de acordo com item.

5. Espaçamento: deve ser usado espaço 1 ½ em todo o texto, exceto em certos locais onde convencionalmente se usa espaço 1 (um) (notas de rodapé, bibliografia, tabelas grandes, legendas de tabelas e figuras). As notas de rodapé e referências bibliográficas devem ser separadas por espaço duplo.

6. Parágrafos: devem ser tabulados em 6 espaços (equivalente a 1,2 cm). Não deve ser deixado nenhum espaço extra entre parágrafos.

7. Título, de capítulos, subtítulos e tópicos: a seguinte sequência deve ser utilizada:
  • a. capítulos: letras maiúsculas, no meio da página
  • b. maiúsculas, na margem esquerda
  • c. sublinhado, na margem esquerda
  • d. sublinhado, tabulado (6 espaços), acima do texto
  • e. sublinhado, tabulado (6 espaços), seguido de texto
Se for necessário uma maior subdivisão, usar (1), (2), etc. e depois (a), (b), etc. Subdivisão dentro de um capítulo (ou seção) não deve começar em outra página, a menos que a página esteja completa. Títulos e subtítulos dentro de um capítulo, começando no final de uma página, devem ter pelo menos 2 linhas de texto depois do título. Nenhum deles deve ser em negrito.

8. Tabelas e figuras: tabelas muito longas devem ser colocadas em apêndices. As tabelas devem ter o mesmo estilo de letra do trabalho. O número e legenda devem ser colocados acima delas. Se a tabela vai ser reduzida, a legenda deve ser reduzida também. Nesse caso, o número da página deve ser colocado depois da redução. As tabelas devem ser numeradas de forma contínua.
O número e legenda da figura devem ser colocados abaixo dela. Se a figura vai ser reduzida, o número e a legenda devem ser colocados depois da redução, bem como o número da página. As figuras devem ser numeradas de forma contínua. Todos os componentes da figura devem ser legíveis e distinguíveis. Mapas devem conter escala gráfica.
Tabelas e figuras podem estar inseridas no texto ou colocadas numa página separada, após o texto onde elas foram citadas pela primeira vez. Se a tabela ou figura forem colocadas em página separada,nenhum espaço extra deve ser deixado no final da página anterior do texto, isto é, o texto deve prosseguir continuamente.
Ilustrações, tabelas e figuras não devem ser maiores que o espaço dentro das margens recomendadas neste guia. Mapas, tabelas, etc. que são maiores que uma página comum devem ser reduzidos, dobrados para caber dentro das margens, de modo que não sejam cortadas ou aparadas durante a encadernação, ou colocadas como anexo, em forma de bolso. O número da página de folhas dobradas deve ser colocado na parte externa da porção dobrada, no canto superior direito.

9. Referências bibliográficas:
a. todas as referências a publicações feitas no texto devem aparecer na bibliografia.

b. dentro do texto deve ser referido o último sobrenome do autor, com a 1a. letra maiúscula e demais minúsculas, seguindo pelo ano de publicação, como nos exemplos abaixo:
"... conforme Andrade (1991)..."
"... isto coincide com os resultados obtidos anteriormente (ex. Silva, 1993)."

c. quando for feita uma referência no texto a uma publicação escrita por dois autores, deve-se citar os dois autores separados por "&", seguido do ano (colocado entre parênteses, de acordo com a regra acima).

d. quando existem mais de dois autores, cita-se o último sobrenome do primeiro autor, seguido por "et al." e ano de publicação entre parênteses.

e. no caso de mais de um autor, entretanto, deve-se citar os nomes de todos os autores na lista de referências bibliográficas.

f. as referências na lista de referências bibliográficas devem ser arranjadas alfabeticamente, segundo os sobrenomes dos autores, e cronologicamente, por autor. Quando o nome de um autor na lista é mencionado também com co-autores, deve ser usada a seguinte ordem: (1) publicações do autor sozinho, arranjadas segundo o ano de publicação; (2) publicações do mesmo autor com um co-autor; (3) publicações do autor com mais de um co-autor. Neste caso, ordem alfabética em relação ao segundo autor deve ser observada.

g. as referências no texto devem ser arranjadas cronologicamente.

h. o seguinte sistema deve ser usado para arranjar as referências na lista bibliográfica (os trechos em itálico podem ser sublinhados):

I. revistas e periódicos:
Asmus, H.E., 1975. Controle estrutural da deposição mesozóica nas bacias da margem
continental brasileira. Rev. Bras. Geoc., 5:160-175.
Harland, W.B., Herod, K.N., Krinsley, D.H., 1966. The definition and identification
of tills and tillites. Earth-Sci. Rev., 2:225-256.

II. editada em simpósios, edições especiais, etc:
Visher, G.S., 1965. Fluvial processes as interpreted from ancient and recent fluvial
deposits. In: Middleton, G.V. (ed), Primary sedimentary structures and their
hydrodynamic interpretation. Soc. Econ. Paleont. Mineral., Sp. Publ., 12:116-132.

III. Livros
Suguio, K., 1973. Introdução à sedimentologia. Edgar Blucher, São Paulo, 317p.

IV. Livros com editor(es)
Sanders, J.E. & Friedman, G.M., 1967. Origin and occurrence of limestones. In: Chi-
lingar, G.V., Bissel, H.J., Fairbridge, R.W. (eds), Carbonate rocks: origin, occur-
rence and classification. Elsevier Pub. Co., Amsterdam, Developments in Sedimen-
tology, 9A, cap. 5:169-265.

i. no caso de publicações em línguas outras que não português, o título original deve ser mantido. Porém os títulos de publicações escritas em alfabeto não-latino devem ser traduzidos, e anotações tais como ("em russo") ou ("em grego") devem ser adicionadas no final da referência, entre parênteses.

j. referindo a uma comunicação pessoal, deve ser usado o nome do autor, seguindo pelas palavras "comunicação verbal" e pelo ano, separados por vírgula, tudo entre parênteses. Ex: (A.F. Medeiros, comunicação verbal, 1994).

k. todas as referências devem ser digitadas em espaço 1 (um) e separadas por espaço 1 ½.

IV- ORGANIZAÇÃO

O trabalho deve obedecer a seguinte sequência:

1. Páginas preliminares (numeradas com algarismos romanos minúsculos, posicionados como descrito em III-7):
  • folha de rosto (com informações a aparecer na "janela" da capa, modelo 3; sem numeração).
  • folhas de rosto adicionais (= pag. i, contada, mas o número não digitado na página)
  • página de aprovação (= pag. ii, número não digitado, modelo 5)
  • página de dedicação (material opcional apropriado = pag. iii, não digitado)
  • apresentação (= pag. iii ou iv, não digitado)
  • resumo (em português, = pag. iv ou v, não digitado)
  • abstract (em inglês, = pag. v ou vi, não digitado)
  • índice (se em mais de uma página, as outras páginas devem começar no topo da margem, sem indicações tais como "continuação"; = pag vi ou vii e seguintes). A partir daqui em todas as páginas o número deverá ser digitado.
  • lista de tabelas (opcional; se mais de uma pagina, as seguintes não devem ter indicações tais "continuação").
  • lista de figuras (opcional, ver observações acima).
2. Texto (numerado com algarismos arábicos, posicionados como descrito em III-4):
  • introdução (se alguma)
  • capítulo I, II, etc., até a última página do trabalho.
  • agradecimentos
  • bibliografia (de acordo com item III-10)
Não devem ser usadas páginas separando textos, referências e apêndices.


V- USO DE IMPRESSORAS DE MICROCOMPUTADORES

1. Princípios gerais: a responsabilidade pela aparência final de uma dissertação ou tese é do candidato ao grau, não do computador. Portanto, é responsabilidade do candidato selecionar o equipamento apropriado, aprender a usá-lo, e fazer alteração manualmente naquilo em que o computador não puder dar os resultados desejados.

2. Qualidade de impressão: devem ser usadas, de preferência, impressoras com "qualidade de carta", isto é, as letras impressas devem ser formadas completamente. Impressões em "dot matrix" podem ser aceitas, mas neste caso, deve-se tomar o cuidado de usar um cartucho novo, de modo que as páginas impressas sejam limpas, não "borradas" ou manchadas. A qualidade de impressão (em termos de limpeza, tonalidades, etc.) não deve variar de uma página a outra.
Um estilo de letra deve ser escolhido de modo a se adequar facilmente ao estilo de letra de uma máquina de datilografar, de modo que modificações de última hora possam ser feitas à mão, sem prejudicar a uniformidade do texto. O tamanho da fonte deve estar entre 10 e 12 caracteres por polegada.
Cuidados especiais devem ser tomados quando se utiliza margem direita "justificada" (alinhada). A lacuna entre palavras não deve ser maior que aquela obtida quando se usa máquinas de datilografar convencionais. Isso significa que deve ser usada também hifenização de palavras, para eliminar lacunas muito grandes.


VI- CONTEÚDO DO TEXTO

Uma dissertação ou tese deve demonstrar objetivo e uniformidade. Todas as partes do trabalho devem contribuir para se alcançar os objetivos da pesquisa. Os métodos usados na pesquisa devem ser escritos adequadamente, de modo a permitir ao leitor a repetição do trabalho, e avaliação da qualidade dos dados.
O texto deve conter:

1. Introdução: nessa seção, deve-se tratar o assunto de um ponto de vista global, justificando e especificando os objetivos do estudo. Deve-se dar ênfase à importância, ao caráter e às limitações do trabalho executado.

2. Revisão da literatura: essa revisão da literatura deve fornecer uma idéia clara e o mais completa possível da evolução científica e de conceituação do assunto tratado. Ela tem como objetivo definir problemas, apresentar hipóteses ou teorias. Deve ser dada ênfase aos trabalhos mais fundamentais, aqueles que mais diretamente se relacionam com as características específicas do trabalho efetivamente realizado, e apresentar um adequado nível de atualização. A revisão não deve ser constituída de uma simples sequência de citações e nomes de autores, mas deve apresentar uma estrutura lógica e coerente, assim como incluir, sempre que possível, comparações críticas entre as contribuições.

3. Resultados e discussões: nem sempre é viável reunir esses dois itens. Nesse caso, pode-se tratá-los separadamente. A discussão dos resultados, quer quando realizada paralelamente à apresentação, quer quando separadamente, deve valer-se completamente dos dados obtidos no trabalho. Quando possível, devem ser comparados com aqueles de outros autores e analisados criticamente quanto à sua coerência e relevância.

4. Conclusões: deve haver um capítulo de conclusões que reuna os capítulos precedentes, e que conste de uma discussão geral, integrando as principais conclusões.

5. Agradecimentos: nesta página, além das pessoas que na opinião do autor contribuíram significativamente para a realização do trabalho, deverão ser incluídas as instituições que forneceram apoio financeiro sob a forma de bolsa e/ou auxílio ao longo do Curso e do período de execução do trabalho.


VII- PREPARAÇÃO DO RESUMO

1. Tamanho: o resumo não deve exceder duas páginas digitadas em espaço 1 ½. Ele deve conter a apresentação do problema, procedimentos e métodos, e resultados e conclusões. A localização geográfica da área estudada, quando for o caso, deve ser incluída.

2. Formato: as palavras RESUMO e ABstrACT em letras maiúsculas deve aparecer no centro da página a 5 cm do topo. O corpo do resumo deve começar a 3 espaços abaixo da palavra resumo, digitado em espaço 1 ½. Margens e parágrafos devem ser os mesmos usados no texto.
O estudante deverá selecionar diversas palavras-chave derivadas do título e assunto dotrabalho, e palavras descritivas adicionais que serão de informação a serviços de recuperação de informações. As palavras devem ser listadas a três linhas abaixo do compor do resumo, de acordo com o modelo 4 em anexo.


VIII- PROCESSAMENTO

1. O original do trabalho, devidamente corrigido de acordo com as sugestões feita pela banca examinadora, assinado pelo professor orientador e membros da banca examinadora, deve ser levado à Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Geociências para ser conferido, antes das cópias finais, oficiais, serem feitas. As assinaturas devem ser em tinta preta ou azul, para melhor reprodução. Se estes procedimentos forem seguidos, tempo e dinheiro serão economizados, no caso de correções terem que ser feitas. As teses e dissertações devem ser entregues pelo menos 8 semanas antes da data prevista para colação de grau.

2. O estudante deve pagar uma taxa para expedição e registro do diploma, utilizando guia de recolhimento fornecida pela Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Geociências, e uma taxa para o seu preenchimento.

3. Capas da frente uniformizadas devem ser adquiridas na secretaria do programa, a um preço simbólico, atualizado periodicamente. A secretaria orientará o estudante sobre o tipo de encadernação, que deverá ser feita no tipo brochura. Não serão aceitas cópias em espiral, garra ou similar.

4. Todas as cópias a serem encadernadas devem ter tamanho oficial (papel A4, 210 x 297 mm). É responsabilidade do estudante os arranjos com o encadernador/copiador para que as cópias sejam devidamente cortadas e aparadas neste tamanho, antes de serem encadernadas.

Fonte: Disertações e Teses - Guia do Estudante para Preparação e Processamento - UFPE


Nenhum comentário:

Postar um comentário