13 de mai de 2010

França junta 9 países contra Mercosul

A França obteve o apoio de nove países, entre os 27 da União Europeia (UE), para protestar contra a decisão da UE de retomar as negociações com o Mercosul para um acordo de livre comércio.

Na próxima segunda-feira, o grupo dos 10 protecionistas vai reclamar no comitê de agricultura da UE contra a negociação com o Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, alegando que uma liberalização com esses países ameaça duramente a agricultura europeia.

Essa posição será manifestada em Bruxelas pouco antes de os líderes da UE e do Mercosul relançarem oficialmente a negociação, durante encontro de cúpula em Madri.

A França é o principal entrave a um acordo com o Mercosul. Isso apesar de a França ter feito uma parceria estratégica com o Brasil, pela qual se apoia para tentar vender aviões de combate que até agora nenhum outro país adquiriu.

Na prática, a posição do governo de Nicolas Sarkozy em relação à negociação UE-Mercosul deixa o governo Lula numa situação política complicada: como fechar contrato de bilhões de dólares de aquisição de jatos, quando o parceiro recusa uma abertura mínima do mercado para a venda de produtos agrícolas do Mercosul?.

A Espanha, na presidência rotativa da UE, deixou claro que a retomada não só irá à frente como o plano é de acelerar a negociação.
Fonte: Valor online

Nenhum comentário:

Postar um comentário