8 de abr de 2010

Os 7 Pecados de Quem não Passa na Prova da OAB

Os 7 Pecados de Quem não Passa na Prova da OAB



Todos nós sabemos que hoje, passar, no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, ou simplesmente, Prova da OAB, é bem mais difícil do que há alguns anos, porém alguns pecados cometidos pelos candidatos ao resolver as questões da prova permanecem os mesmos.
Assim, com o objetivo de ajudar a todos que estão nessa grande batalha, apresentamos uma lista de 7 procedimentos que devem ser evitados pelos futuros doutores e conseqüentemente aumentar as chances de sucesso na prova da OAB.
1- Não filosofar: A OAB pede dos candidatos posicionamentos objetivos e precisos, muitas vezes a resposta é obvia mesmo. Logo, não pense muito em correntes minoritárias ou exceções que não são unanimidade até porque se elas forem adotadas haverá grandes possibilidades de serem derrubadas por recursos.
2- Deixar de Estudar Alguma Matéria: Alguns candidatos têm a impressão de que ramos não tão utilizados no dia a dia não serão cobrados no exame da OAB. Esse engano não pode ser cometido, todos os ramos devem ser estudados, inclusive Introdução ao Estudo do Direito que foi cobrado na última prova.
3- Não se esquecer das Jurisprudências, Instruções Normativas, Súmulas etc.:  O estudo e acompanhamento dessas decisões são extremamente importantes, afinal boa parte da atualização jurídica do país ocorre por meio delas – vale dar uma passada.

4- Não estudar só o que gosta: É obvio que todos nós temos identificações com determinadas matérias e sentimos mais prazer em estudá-las, no entanto a prova da OAB é muito ampla e saber só o que você gosta não vai aprovar ninguém.
5- Não perder o controle do tempo de prova: Faça um revezamento entre responder questões e relaxar isso pode ajudar a lembrar de detalhes que fogem no momento do exame da OAB.
6- Não faça o exame da OAB de uma vez só:  Faça primeiro, as questões relativas às matérias que tem mais domínio e depois àquelas que você não tem tanta segurança. Esse procedimento pode aumentar sua confiança, motivação e velocidade de raciocínio para as questões mais difíceis.
7- Não deixe de Estudar Ética: Foi o tempo em que Ética era sinônimo de ponto garantido; agora é mais complicado e são cobradas todas as leis relativas à advocacia e também as resoluções.
Lembrem-se destes pecados e tentem evitá-los a todo custo, voltaremos a abordar outros assuntos relativos a prova da OAB em breve!
Fonte: Na Lei!

Nenhum comentário:

Postar um comentário