1 de abr de 2010

Monografia | Trabalho Acadêmico | Numeração e Citação


Das Citações e Numeração Progressiva
Enquanto recursos complementares e essenciais presentes no corpo do texto, optamos por esclarecer suas formas como subitem dos elementos textuais.

Citação
Menção de informações retiradas de outras fontes, as quais podem ser:


a) Citação de citação - Quando não se tem acesso ao texto original. Ex.: Segundo Lebret, 1961 apud LAKATOS, 2003 p.164).


b) Citação direta - Transcrição textual da parte da obra do autor consultado, sendo em até três linhas entre aspas (" ") Ex.: De acordo com Libâneo "os elementos constitutivos dos conteúdos convergem para a formação das capacidades cognoscitivas." (2001, p.131).
Nos casos de citações com mais de 3 linhas cita-se com recuo de 4 cm da margem esquerda, com espaço entre linhas simples, fonte 1 tamanho menor que a utilizada no texto, ou seja, caso esteja sendo utilizado o tamanho 12 da fonte no texto; para a citação utilizar fonte tamanho 11, e ao final referenciar a localização.

Exemplo:
Cada ciência se torna então uma ciência particular, no sentido de ter um campo delimitado de pesquisa e um método próprio. As ciências são particulares na medida em que cada uma privilegia setores distintos da realidade: a física trata do movimento dos corpos; a química da sua transformação; a biologia do ser vivo, etc. (ARANHA; MARTINS, 2000,p.129)


c) Citação indireta - Texto baseado na obra do autor consultado. Ex.: Sant'Anna (2001, p.33) afirma que a auto-avaliação passa pela experiência de exploração anterior da aprendizagem e ajuda o aluno a pensar e concluir.


d) autor data – ex: (CARDOSO, 2004, p. 35), colocadas no texto, no início ou final do parágrafo;


e) notas de rodapé - notas de rodapé1 como o nome já informa, localiza-se no rodapé a numeração é aposta sobrescrita acima do nome do autor, para referenciar a fonte (título, data, ed. e ano) .


É permitido o emprego de algumas abreviações como os exemplos a seguir, para evitar repetições.

Exemplos de abreviações:
Id - Idem - do mesmo autor (obra diferente)


Ibid - Ibidem - na mesma obra (página)


op.cit - Opus citatum - obra citada - 1 A nota de rodapé terá o número subscrito e a informação estará contida literalmente no rodapé da página, como neste exemplo.


Passim - aqui e ali, em diversas passagens - apud - citado por


As notas de rodapé poderão ser do tipo:


Referenciais – constará de informações que viabilize a localização da fonte consultada, ou seja, autor, título, edição e data.


Explicativas: usadas para comentários, esclarecimentos ou explanações que não possam ser incluídos no texto.

Numeração Progressiva de capítulos, subcapítulos e seções
Para a enumeração dos capítulos ou seções do trabalho, adotaremos o seguinte critério:


a) Partes Principais ou Primárias - Introdução, capítulos e conclusão. Deverão ser escritos em maiúsculo, negrito, alinhados à margem esquerda, precedidos de numeração arábica, devendo iniciar-se em folha distinta, guardando um espaço de 8 cm da margem superior (3cm da formatação padrão mais 7 cm para identificação de parte principal).


Entre o título do capítulo e o texto, aplicam-se 2 espaços entre linhas.


b) Partes Secundárias – Subcapítulos


Devem ser escritas em maiúscula, sem negrito, alinhadas à margem esquerda, precedidas de numeração decimal e separadas por ponto (1.1; 1.2; 1.3 ...), seguindo a seqüência do capítulo na mesma página.


c) Partes Terciárias - Seções dos subcapítulos
Descrever em maiúscula/minúscula, negrito, alinhada à margem esquerda, precedida de numeração centesimal separada por ponto. Ex. (1.1.1; 1.1.2; 1.2.1 ...).


d) Partes Quaternárias - Subseções
Descreve-se em Maiúscula/minúsculas, sem negrito, alinhadas à margem esquerda, precedida de numeração milesimal separada por ponto. Ex. (1.1.1.1; 1.1.2.1; 1.2.1.1; 2.1.2.3 ...).


Nenhum comentário:

Postar um comentário